Posted 20 Setembro 2014, Há 4 horas | 18 notas | reblog this post
(originally 50tonsdecinzafrases / via 50tonsdecinzafrases)
Posted 20 Setembro 2014, Há 4 horas | 4 notas | reblog this post
(originally 50tonsdecinzafrases / via 50tonsdecinzafrases)
O elevador chega e entramos. Christian me encara, os olhos cinzentos indecifráveis. Ah, ele está lindo: o cabelo desgrenhado, a camisa branca, o terno escuro. E, de repente, lá está ela, do nada, aquela sensação. Ah, meu Deus, o desejo, a luxúria, a eletricidade. Se fosse visível, seria uma intensa aura azul ao redor de nós dois, entre nós dois; é tão forte. Seus lábios se entreabrem e ele me olha.
- Você está sentindo? - ofega.
- Estou.
- Ah, Ana. - Ele geme e me agarra, passando os braços em volta de mim, a mão na minha nua inclinando minha cabeça para trás. Seus lábios encontram os meus. Meus dedos estão em seu cabelo e acariciam seu rosto quando ele me empurra contra a parede do elevador. - Odeio discutir com você. - Ele respira contra minha boca, e tem algo de desesperado e apaixonado em seu beijo que se reflete no meu.
O desejo explode em meu corpo, toda a tensão do dia procurando uma saída, lutando contra ele, pedindo mais. Somos só língua e respiração e mãos e toque e uma sensação boa, muito boa. Sua mão está em meu quadril, e de repente ele está puxando minha saia para cima, seus dedos acariciando minhas coxas.
- Deus do céu, você está de liga. - Ele geme satisfeito enquanto seu polegar acaricia a pele no alto da meia-calça. - Quero ver isso - ofega ele e levanta minha saia, expondo a parte de cima de minhas coxas.
Dando um passo para trás, ele aperta o botão de “parar”, e o elevador estaciona suavemente entre o vigésimo segundo e o vigésimo terceiro andares. Seus olhos estão escuros, os lábios, entrabertos, e ele está tão ofegante quanto eu. Nós olhamos u para o outro sem nos tocar. Fico feliz que haja uma parede às minhas costas, servindo de apoio enquanto eu me deleito sob o olhar sensual e carnal desse homem maravilhoso.
- Solte o cabelo - ordena ele, a voz rouca.Levanto o braço e desfaço o rabo de cavalo, soltando o cabelo, que cai em ondas fartas, envolvendo meus ombros e seios. - Abra os dois botões de cima da camisa - sussurra, os olhos selvagens agora.
Ele me faz sentir tão devassa. Abro cada botão com uma lentidão dolorosa, revelando o contorno de meus seios de forma tentadora. Ele respira fundo.
- Você tem alguma ideia de como está sensual neste exato momento?
Mordo o lábio de propósito e nego com a cabeça. Ele fecha os olhos por um instante e, ao abri-los novamente, eles estão em chamas. Christian avança e apoia as mãos contra a paredes do elevador, uma de cada lado do meu rosto. Está o mais perto que pode, sem me tocar.
Ergo o rosto até encontrar o olhar dele, que se inclina para baixo e encosta o nariz no meu, o único contrato entre nós. Estou tão excitada, sozinha com ele no confinamento deste elevador. Quero este homem… agora.
- Acho que você sabe, Srta Steele. Acho que você adora me deixar louco.
- Eu deixo você louco? - sussurro.
- Em todos os aspectos, Anastasia. Você é uma sereia, uma deusa.
E ele se aproxima, agarrando minha perna acima do meu joelho e puxando-a em torno de sua cintura, de modo que estou em pé sobre uma perna, equilibrando-me nele. Sinto-o contra mim, duro e me querendo, contra as minhas coxas, enquanto corre os lábios por meu colo. Solto um gemido e envolvo os braços em torno de seu pescoço.
- Vou comer você aqui mesmo, Anastasia.
Ele ofega e eu arquejo as costas em resposta, pressionando-me contra seu corpo, ansiosa pelo atrito. Ele geme fundo em sua gargante e me ergue ainda mais, abrindo a calça.
- Segure em mim, meu bem - murmura, e magicamente ergue um pacotinho de alumínio, mantendo-o diante de minha boca. Pego-o com os dentes e ele puxa, e, juntos, rasgamos o pacote. - Boa menina.
Ele dá um passo curto para trás e coloca a camisinha.
- Espero que você não ligue muito para esta calcinha - diz, puxando-a com dedos habilidosos, e ela se rasga em suas mãos.
Meu sangue está correndo nas veias. Estou ofegante de desejo.
Suas palavras são inebriantes, toda a angústia do dia é esquecida. Somos apenas ele e eu, fazendo o que fazemos melhor. Sem tirar os olhos dos meus, ele lentamente desliza para dentro de mim. Meu corpo se arqueia, e eu inclino a cabeça para trás, fechando os olhos, saboreando a sensação dele dentro de mim. Ele sai e entra de novo, tão devagar, tão gentil. Solto um gemido.
- Você é minha, Anastasia - murmura ele contra o meu pescoço.
- Sim. Sua. Quando você vai aceitar isso? - ofego.
Ele geme e começa a se mover de verdade. E eu me entrego ao seu ritmo implacável, saboreando cada investida, sua respiração irregular, sua necessidade de mim, espelhando a minha necessidade dele.
Isso tudo me faz sentir poderosa, forte, desejada e amada: amada por esse homem cativante, complicado, a quem retribuo o amor com todo o meu coração. Ele aumenta suas investidas, a respiração ofegante, perdendo-se em mim ao mesmo tempo que eu me perco nele.
- Ah, meu bem - geme Christian, os dentes roçando meu queixo. E eu gozo loucamente em volta dele. sinto seu corpo enrijecer, e ele me aperta com força, gozando logo em seguida, sussurrando meu nome.
Transa de Anastasia e Christian no elevador, 50 Tons Mais Escuros - Página 249 (via 50tonsdecinzafrases)
Posted 20 Setembro 2014, Há 4 horas | 39 notas | reblog this post
(originally 50tonsdecinzafrases / via 50tonsdecinzafrases)
Posted 17 Setembro 2014, Há 3 dias | 2.364 notas | reblog this post
(originally dengozona / via aloha-positividade-vibe)
Posted 17 Setembro 2014, Há 3 dias | 2.525 notas | reblog this post
(originally bonecou / via liberdade-pra-dentro-da-cabecaa)
Posted 17 Setembro 2014, Há 3 dias | 9.730 notas | reblog this post
(originally marianaborgesf / via blog--devaneios)
Tem coisas que Deus dá para a gente aprender. E tem coisas que Deus só dá quando a gente aprende.
Posted 17 Setembro 2014, Há 3 dias | 17.400 notas | reblog this post
(originally diminuido / via blog--devaneios)
Posted 17 Setembro 2014, Há 3 dias | 5.600 notas | reblog this post
(originally zoiudinha-damamae / via true-love-is-neverending)
Posted 17 Setembro 2014, Há 3 dias | 14.626 notas | reblog this post
(originally prometyda / via moan-s)
Posted 17 Setembro 2014, Há 3 dias | 2.742 notas | reblog this post
(originally praieraa / via blog--devaneios)
Face ❥
Twitter ❥
Ask ❥
Submit ❥
instagram ❥
Ask.fm ❥